Outras Trilhas

Qual é a sua bússola?

As últimas do Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças

 

Durante trës dias, mais de trës mil pessoas (entre elas representantes de governos de 130 países e 300 adolescentes) participaram do III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que termina hoje no Rio de Janeiro.

Foram dias de debates intensos aqui no Riocentro, onde está sendo realizado o evento.

Até a publicação deste post, a Declaração e Plano de Ação do Rio de Janeiro para Prevenir e Eliminar a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” ainda estava em construção. Mas a última versão do texto   já dá uma idéia do que será a versão final.

O documento estabelece algumas diretrizes para o enfrentamento do problema. Traz avanços importantes em relação aos documentos anteriores e aponta novas estratégias diante dos novos cenários, como a pornografia infantil na internet, o tráfico de meninas e meninos, a intensificação das migrações no mundo.

O governo brasileiro lançou, por exemplo, durante o congresso, um serviço hotline para o rastreamento desses crimes na internet, que também estão mais fáceis de ser responsabilizados e punidos com a lei sancionada pelo presidente Lula no dia da abertura do encontro.

Como foi mencionado em um post anterior, a Internet não deve ser vista com vilã, mas como aliada nessa luta. Veja o caso do abaixo-assinado eletrônico contra a exploração sexual da campanha Rompa o Silëncio!, do UNICEF.

Durante os 33 primeiros dias da iniciativa, 205 pessoas assinaram por dia, em média, o documento pela Internet. Os signatários exigiram medidas enérgicas contra esse tipo de violëncia e se comprometeram a denunciar casos. Nessa iniciativa, a Internet permitiu que a agëncia da ONU pudesse mobilizar e conscientizar brasileiros de várias partes do país de forma mais rápida e prática.

A entrega do documento com as quase 7 mil assinaturas foi realizada ontem (27) aqui no congresso. O ato simbólico aconteceu no Espaço Adolescente e Jovem. Dois adolescentes entregaram um pergaminho com as assinaturas para o diretor regional do UNICEF para América Latina e Caribe, Nils Kastberg. Depois, o documento foi apresentando para a presidente do CONANDA, Maria Luiza Oliveira. O órgão é constituído por representantes de governos e da sociedade civil e tem a função de deliberar e fiscalizar políticas de promoção, proteção dos direitos de crianças e adolescentes.

Espera-se agora que novas ações – integradas e mais eficientes – sejam colocadas em prática para eliminar de uma vez essa prática cruel e criminosa.

Anúncios

novembro 28, 2008 - Posted by | Outros alvos | , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: