Outras Trilhas

Qual é a sua bússola?

A Internet no combate à exploração sexual de crianças

Mesmo sem uma divulgação massiva pelos veículos tradicionais, a campanha online Rompa o Silêncio!, lançada pelo UNICEF na semana passada, está mobilizando rapidamente centenas de pessoas por meio de e-mails.

A campanha convida o internauta a participar de um abaixo-assinado para contribuir com a luta contra esse tipo de violação. O signatário se compromete a apoiar medidas enérgicas contra essa prática e a denunciar novos casos. As assinaturas farão parte de um documento que será entregue às autoridades presentes no III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento será realizado entre os próximos dias 25 e 28 de novembro no Rio de Janeiro.

Tem lógica o rápido número de adesões. Primeiro porque o tema da exploração sexual de crianças tem, por si só, uma força mobilizadora. Principalmente se ação tem a credibilidade de uma organização como o UNICEF. Segundo porque a estratégia viral (adotada de forma coordenada com bons parceiros) tem uma capacidade ilimitada de envolver as pessoas de forma mais ágil e eficiente.

Pode-se dizer que o cenário atual dessa luta é preocupante. Apesar dos esforços de governos e ONGs, o número de casos de exploração tem crescido nos últimos anos, segundo estudos recentes.

Estamos diante de um tipo de violação perversa, baseada na desigualdade das relações de poder entre homens e mulheres, ricos e pobres, brancos e negros…

Ainda que esse fenômeno não esteja ligado diretamente à pobreza e à miséria, grande parte dos casos tem origem na desigualdade socioeconômica. A maior incidência deles ocorre entre mulheres e meninas afrodescendentes de famílias de baixa renda, que moram em cidade do interior ou em periferias de grandes metrópoles.

Hoje, a exploração sexual de crianças é um desafio global relacionado, entre outros fatores, ao fortalecimento da redes internacionais de tráfico de armas, de drogas e de seres humanos.

Nesse contexto, a Internet aparece como o espelho de uma situação de raízes mais profundas. A rede é um canal cada vez mais usado por aqueles que alimentam o ciclo das violações. Ela, portanto, torna mais visível os movimentos criminosos e clandestinos.

A campanha Rompa o Silêncio! mostra, mais uma vez, que a Internet pode ser uma forte aliada no processo de conscientização e mobilização das pessoas interessadas em colocar um  fim nessas histórias de violência.

Rompa o Silêncio. Participe do abaixo-assinado. e siga a campanha no twitter http://www.twitter.com/rompaosilencio

Clique aqui para obter mais informações sobre ações de combate à exploração sexual de crianças.

Anúncios

novembro 4, 2008 - Posted by | Outros alvos | , , , , , , , , , , , , , , ,

1 Comentário »

  1. fui assinar o manifesto mas o link “abaixo assinado on line” não tá correto, tem que tirar o “brazil” do endereço pra funcionar… ps. depois de ler retire meu comentário!

    Comentário por Lea | novembro 5, 2008 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: