Outras Trilhas

Qual é a sua bússola?

A Brasília de Sérgio Sampaio (com a ajuda de dois pernambucanos)

Dauro Veras

Foto: Dauro Veras

Em 2006, as criações do cantor e compositor Sérgio Sampaio voltaram a vibrar fora dos círculos de fãs incondicionais graças à brilhante idéia de Zeca Baleiro de resgatar e compilá-las no álbum Cruel, lançado pela Saravá Discos (selo do próprio Zeca).

Sérgio Sampaio ficou conhecido por criações como “Eu quero é botar meu bloco na rua”, que estourou em 1972. Tinha fama de maldito por assumir, sem pudores, sua autenticidade desconcertante.

Morreu com apenas 47 anos, em 1994, deixando apenas três trabalhos solo – Eu quero é botar meu bloco na rua (1972), Tem que acontecer (1976) e Sinceramente (1983). Com Cruel, temos o prazer de escutar gravações inéditas de Sampaio gravadas nos anos 80 e início dos 90.

Quem me deu a dica sobre Cruel foi o amigo pernambucano Inácio França. Numa conversa que tivemos na época do lançamento do álbum, disse, categórico: “você precisa ouvir isso. Precisa!”

Hoje, recebi um presente de outro amigo pernambucano, o também jornalista Dauro Veras. Congelada na foto, mais uma dança de cores no céu de Brasília.

Quando abri a foto, lembrei imediatamente da canção Brasília, composta por Sérgio. Ele, um capixaba de Cachoeiro de Itapemirim, também congelou a capital federal, mas em música. Está lá, no álbum Cruel, que “você precisa escutar. Precisa!”

Brasília
(Sérgio Sampaio)

Quase que ando sozinho por todos os bares
Freqüento lugares, namoro suas filhas, Brasília
E posso dizer que começo a voar
Sossegado em seu avião
E mesmo com o ar desse jeito tão seco
Consigo cantar no seu chão

Quase que me sinto em casa em meio a suas asas
E “dáblius” e “eles” e eixos e ilhas, Brasília
Cidade que um dia eu falei que era fria
Sem alma, nem era Brasil
Que não se tomava café numa esquina
Num papo com quem nunca viu

Sei que preciso aprender
Quero viver pra saber
E conhecer Brasília

Ver o que há, Paranoá
Lago de sol, noite, lua
O olho do amor desconhece a armadilha
Assim vim ver Brasília

Quase que me sinto bem distraído em suas quadras
Tão bem arrumadas com suas quadrilhas, Brasília
Concreto plantado no asfalto do alto
O céu do planalto onde estou
Aqui na cidade dos planos
Conheço um cigano que não se enganou

PS.: E, como não encontrei a música na Internet (umpf!), deixo aqui uma gravação de Sérgio Sampaio interpretando Luiz Melodia.

Anúncios

setembro 3, 2008 - Posted by | Uncategorized | , , , , , , , , , , , , ,

7 Comentários »

  1. Mmmm… fiquei curiosa. Vou experimentar. 🙂

    Bezzos,

    Comentário por Senhorita Rosa com o candelabro, na biblioteca | setembro 3, 2008 | Resposta

  2. Brasília é uma cidade para poucos corações. Olhos, menos ainda.

    Comentário por Daniel Bastos | setembro 4, 2008 | Resposta

  3. Lembro desta música “Eu quero é botar meu bloco na rua” mas das outras não. Álias dessa música eu só lembro do refrão! 🙂 Li a letra da música Brasília como um poema porque não consegui acessar o video, muito boa!! Bom fim de semana!! Beijus

    Comentário por Luma | setembro 5, 2008 | Resposta

  4. sou primo de sergio sampaio

    Comentário por nilton de souza moraes | setembro 25, 2008 | Resposta

  5. maria de lurdes moraes sampaio minha tia mãe de sergio moraes sampaio

    Comentário por nilton de souza moraes | setembro 25, 2008 | Resposta

  6. tel.26340162

    Comentário por nilton de souza moraes | setembro 25, 2008 | Resposta

  7. real beleza,paulinho mosca

    Comentário por nilton de souza moraes | agosto 14, 2009 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: