Outras Trilhas

Qual é a sua bússola?

Costureiras digitais

Elas costuram, comandam uma cooperativa e, agora…blogam! Um grupo de costureiras de Caraúbas do Piauí acaba de lançar um blog para divulgar seu trabalho no mundo online.

A idéia surgiu depois que elas participaram de uma oficina de inclusão digital promovida pelo Movimento Solidário, iniciativa criada pelo Comitê de Responsabilidade Social da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae). A oficina foi essencial para que as costureiras, que nunca haviam visto antes um computador, pudessem utilizar as tecnologias a seu favor.

Sandra Flosi, presidente do comitê de Responsabilidade Social da Fenae, conta como as piauenses se transformaram em trilheiras digitais:

Qual é a proposta do blog?

Você poderia fazer essa pergunta para elas…Mas, genericamente, podemos dizer que é mostrar as conquistas de uma população que até poucos meses estava isolada em termos de comunicação e, mais especificamente, o trabalho e a evolução destas 22 costureiras. Quando chegamos na cidade, elas já realizavam este tipo de trabalho, mas isoladamente. Com o tempo, conseguimos mostrar que, unidas, elas teriam mais força e melhores condições de transformar aquilo que era uma pequena ajuda na geração de renda da família em um verdadeiro negócio.

Qual foi a importância do Movimento Solidário para a organização da cooperativa e inclusão digitais dessas profissionais?

Uma das ações do Movimento Solidário é justamente promover a mobilização social. Estamos lá despertando esse interesse. Então, começaram a surgir associações e cooperativas na cidade, com verdadeira representação social, como a Mãos que Fazem.

Que tipo de conhecimento foi oferecido nas oficinas?

Conhecimento básico de informática, como digitação e navegação na internet, tudo utilizando software livre. Também foram realizadas oficinas com foco na cidadania, com conteúdo voltado para economia solidária, associativismo e cooperativismo.

As questões de gênero foram levadas em consideração no desenho das oficinas?

Muito. Não fazemos oficinas específicas, todas são abertas a todos, independente de gênero, idade e escolaridade. Mas, com certeza, temos um trabalho muito forte no incentivo às mulheres para que sejam parte atuante não como coadjuvantes da mudança que Caraúbas do Piauí está vivendo, mas como protagonistas. E as mulheres do Mãos que Fazem levaram isso bem a sério. Além de terem sido um dos primeiros grupos a se associarem, estão a frente do conselho gestor do telecentro.

Por que realizar capacitações na área de tecnologia em Caraúbas do Piauí?

Caraúbas do Piauí é uma cidade com muita dificuldade de acesso a informações, por sua disposição geográfica. É uma cidade que ocupa um grande espaço territorial e muitas vezes os moradores de um bairro não ficam sabendo o que acontece em outro. Até mesmo uma rádio tem dificuldade de atingir a todos. Nosso objetivo é instalar telecentros em lugares estratégicos, para que as pessoas possam ter acesso a informações que hoje não tem. A cidade é carente de tudo, mas, principalmente de informação. E sabemos que com informação, o desenvolvimento fica facilitado.

Anúncios

agosto 19, 2008 - Posted by | Gênero e Tecnologia | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Comentários »

  1. Olá!!!!!!!!

    Com os meus cumprimentos, gostaria de expressar o orgulho de vê minha cidade avançando para um futuro promissor.
    Meu coração fica vaidoso de poder constatar que após uma significante oportunidade dada por um dos excelentes projetos da Caixa Econômica, nossa gente dando um passo importante para viver dignamente com seu trabalho e habilidade.
    Parabenizá-los é muito pouco, mas desejo que eles saibam valorizar essa oportunidade cumprindo fielmente com seus compromissos e levando para o mundo, o que eles têm de bom.
    O mais gostoso é que através do trabalho de cada um deles, eles mesmo se sintam estimulados a querer crescer cada vez mais.
    No mês de julho passado eu estava lá e fiquei encantada com o profissionalismo da senhorita Denise Viana, que sendo uma pessoa de nível cultural diferenciado deles, não usou seu “status” para sentir-se melhor que eles.A maneira como a vi tratando de suas atividades sem deixar de cobar empenho de cada um, me deixou com uma impressão de que nesse mundo ainda existe pessoas capazes de ofercer oportunidade ao menos favorecidos, de uma maneira saudável, fazendo com que eles se sintam mais capazes, mesmo sem ter instruções de conhecimentos comprovados através de Certificados.
    Essa habilidade com que eu a vi tratando de seus interresses, me fez trazer comigo uma lembrança de que não necessitamos está com roupas de “marca” jóias “caras” para exercer nosso papel de cidadãos capazes de oferecer ao nosso país, resultados positivos através do compromisso de bem comum.
    É gratificante presenciar as Instituições financeiras oferencendo caminhos de esperanças para essa gente tão sofrida do nosso país. Espero que eles façam sempre por merecer cada vez mais um olhar de interresse confiavél as intituições, para que cada vez mais possam investir para que eles tenham uma vida mais digna a cada dia.
    Não tenho palavras e pode até que eu tenha me perdido no sentido de expressar a felicidade que envadio minha alma quando pude vê que agora estou começando a realizar inúmeros sonhos que vivia adormecido em meu coração, de vê-los tendo uma chance de através do seu trabalho, viver de maneira digna para superar tanta desigualdade social.
    Parabenizá-los não saberia como, mas elevo minhas orações a Deus e que somente Ele poderá recompensá-los pela oportunidade, confiabilidade e empenho de cada um que mostrando com humildade se pode colocar a esperança no coração daqueles que pouco podem fazer, mas que quando fazem, fazem a diferença.
    Que o investimento confiado aquele gente, seja de resultados proveitosos e que eles façam por onde merecer sempre mais.
    Sem mais para o momento, elevo votos de estima e considerações.

    Amparo Portela

    “A porta que Deus abre, ninguém fecha”

    Comentário por Amparo | agosto 22, 2008 | Responder

  2. Parabéns a todas que estão participando deste bonito progeto.
    Espero que vocês consigam tudo o que desejam, e que seu trabalho seja valorizado cada vez mais.
    Quero mandar um beijão para a minha madrinha:Maria dos Remédios, que é filha do Valdivino.
    Um beijãaaaaaaaaaao, estamos com saudades, esperamos que todas estejam felizes. Parabéns.
    Acessem meu msn quando der:simonearaujo@hotmail.com
    Felicidades!!!!!!!!!!

    Comentário por Simone | dezembro 4, 2008 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: