Outras Trilhas

Qual é a sua bússola?

A Utopia da Modernidade: de Brasília à Tropicália!

Sobre a cabeça os aviões
Sob os meus pés, os caminhões
Aponta contra os chapadões, meu nariz

Eu organizo o movimento
Eu oriento o carnaval
Eu inauguro o monumento
No planalto central do país

(Letra de Tropicália, de Caetano Veloso)

Você já tem um bom motivo para visitar Brasília entre os dias 15 de julho e 30 de agosto: a exposição A Utopia da Modernidade: de Brasília à Tropicália. O evento faz uma leitura da cidade ao relacionar sua concepção (ordenada e racional) aos elementos estéticos da Tropicália, movimento cultural brasileiro que combinou manifestações tradicionais da cultura nacional com inovações estéticas.

A Tropicália ou Tropicalismo se manifestou por meio da música (Caetano Veloso, Torquato Neto, Gilberto Gil, Os Mutantes e Tom Zé); das artes plásticas (Hélio Oiticica), do cinema (o movimento sofreu influências e influenciou o Cinema novo de Glauber Rocha) e do teatro (José Celso Martinez Corrêa).

A proposta da exposição está baseada na tese homônima de Ana Queiroz, curadora e amiga de longa data. Formada em História da Arte pela Universidade Complutense de Madrid, Ana é coordenadora da área de Intercâmbios e Cooperação Ibero-Americana da Casa da Cultura da América Latina, ligada à Universidade de Brasília.

Ana é daquelas pessoas sempre inquietas, capazes de conhecer o objeto de estudo em seus detalhes mais imperceptíveis. E a exposição parece refletir a dinâmica interna de sua criadora. Ontem, a dois dias do evento, eu e Andrea VG, da Produtora VideoIdéia, fomos ao Museu Nacional filmar o making-off da exposição. Conversamos longamente com Ana e os responsáveis pela museografia. Mesmo ainda em construção, o resultado era supreendente.

Dentro e fora do museu, o visitante é convidado a participar dessa viagem aos anos 50 e 60, um dos períodos mais criativos das artes brasileiras. Em A`Utopia da Modernidade, prepare-se para interagir com a história por meio de releituras e originais de obras concebidas naqueles anos loucos.

“Ou não…”

Em breve, publicarei um post com o vídeo sobre a exposição produzido pela Videoidéia.

Siga essa trilha:
A Utopia da Modernidade: de Brasília à Tropicália
Museu Nacional do Conjunto Cultural da República (a nave espacial branca aterrissada na Esplanada dos Ministérios)
De 15 de julho a 30 de agosto de 2008
Brasília

Anúncios

julho 14, 2008 - Posted by | Brasilidades, Uncategorized | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

3 Comentários »

  1. […] Utopia da Modernidade” no seu último dia; a Estelinha publicou a chamada para a exposição aqui. Valeu a pena; uma belíssima passagem audiovisual pela arte nos anos 50 e 60 e como Brasília […]

    Pingback por   Relembrando como se chove e outras farras - Fudeblog by Cesar Cardoso | setembro 1, 2008 | Resposta

  2. Estelinha, agora inicio minhas trilhas pela Internet estava totalmente fora do circuito. O seu blog foi o primeiro. Absolutamente necessário. Devo dizer que o mesmo já me colocou em dia com vários acontecimentos. Como muitos amigos já sabem A Utopia da Modernidade exigiu um foco que não me permitiu nenhuma concessão.

    Agradeço a vc pela bela matéria sobre o nosso trabalho que agora estará pronto para percorrer OUTRAS TRILHAS… A nossa expo vai para Salvador e depois Rio…. As duas ex-capitais do Brasil.
    Grande abraço.
    Ana Queiroz

    Comentário por Ana Queiroz | setembro 7, 2008 | Resposta

  3. Agradeço também a generosidade da amiga com comentários tão lindos sobre o nosso trabalho.
    Beijus
    Ana Queiroz

    Comentário por Ana Queiroz | setembro 7, 2008 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: